JULIETA SANTOS, MIRAFLORES

Posted in

Conheça a história do Rui Barreiros.

No final de 2014 senti que precisava de tomar uma posição mais firme e ativa relativamente à minha forma física e saúde. Dois empregos de enfermeiro, por turnos, uma vida familiar rica mas exigente e todo o cansaço a isso associado, levaram-me a uma imagem com a qual não me identificava.


Na altura praticava maioritariamente corrida, fazendo cerca de 80 km por mês e algumas provas amadoras. As corridas proporcionavam-me momentos de escape da azáfama do dia a dia e de oportunidade de introspeção... auscultadores nos ouvidos e era só eu e a estrada!


Todavia, a nível físico começaram a surgir alguns problemas, dores osteoarticulares, descompensação muscular... pelo que pensei em substituir ou complementar a corrida com uma atividade física mais completa e global. Desloquei-me ao Holmes Place do Parque das Nações, comprometendo-me em "iniciar funções" em 2015.


Comecei em Março, incentivado pelo contacto do Personal Trainer Bruno Viana para experimentar treino personalizado e orientado por ele. Gradualmente, as dificuldades iniciais de uma atividade física desconhecida e exigente foram sendo superadas e os resultados foram surgindo. Iniciei, e mantenho, um plano de três treinos semanais de 1 hora com PT e, adicionalmente, um treino sem orientação ou uma aula de Spartans.


Foi também fundamental a oportunidade de usufruir de acompanhamento nutricional. Comecei também a trabalhar com a Nutricionista Adriana Ferreira, que teve um papel preponderante nos resultados obtidos, é essencial saber o que comer e quando comer. A dieta é tão importante como o treino para a obtenção de resultados. Avaliações corporais, dietas e conselhos alimentares personalizados são apenas alguns dos benefícios de um acompanhamento profissional.


Passado cerca de um ano e meio de experiência, só posso dizer que esta está a ser, em tudo, positiva. Fisicamente sinto-me melhor comigo próprio e identifico-me com a imagem corporal que tenho atualmente.


Todo este processo constituiu igualmente um desafio a nível mental. Foi, e é, muito complicado encontrar motivação e energia anímica para treinar após 16h horas de trabalho, após apenas 3 ou 4h de sono, ou acordar mais cedo e ir para o ginásio sabendo que de seguida irei trabalhar 24h seguidas. É nestes momentos que o estímulo e o compromisso de um treino acompanhado com PT, se torna indispensável.


Aconselho, a quem se identifique com esta minha experiência, visitar um clube Holmes Place e se informar-se sobre tudo o que este tem para lhe oferecer. A oferta de serviços é imensa. Se puder trabalhar com apoio de Personal Trainer e Nutricionista, não hesite. Os resultados aparecerão mais rapidamente. Em suma, comprometa-se e a mudança será … POSITIVA!

Posted in