Mackinac Island — A Ilha-Vila sem carros

Publicado em Bem-Estar

No final do seculo XIX quando apareceram os primeiros automóveis dificilmente se pensaria que um dia eles acabariam por invadir o planeta e influenciar todo o seu desenvolvimento. Na altura houve mesmo cidades que os declararam ilegais devido ao ruído e poluição.

Com o tempo as restrições acabariam por ser levantadas em todo o lado. Todo? Não. Nos Estados Unidos há uma cidade que resiste. Em Mackinac Island os carros estão proibidos desde 1898.

A ilha e a cidade com o mesmo nome situam-se no Lago Huron do estado do Michigan e foram desde sempre um local de evasão e descanso. Quando os primeiros carros apareceram e quebraram ruidosamente a pacatez das pequenas estradas locais, cuspindo fumo e assustando os cavalos, os habitantes de Mackinac concluíram imediatamente que a nova invenção não era para eles.

Foi com naturalidade que o Village Council deliberou a ilegalidade dos automóveis antes mesmo que se tornassem hábito e acessíveis ao cidadão comum. A lei municipal data de 6 de Julho de 1898 e nunca foi alterada.

E como é a vida em Mackinac? Difícil? Cansativa? Nem por isso. A ilha só tem 500 habitantes mas na época alta de turismo ou em fins-de-semana prolongados pode crescer 30 vezes e subir aos 15.000. E para além de 2 automóveis de emergência não há nem mais um carro na ilha.

O transporte é feito a pé, em carroças ou carruagens puxadas por cavalos ou de bicicleta. Um exotismo raro numa sociedade global dominada por automóveis. Os habitantes são mais saudáveis não só devido ao exercício que fazem naturalmente para se deslocarem mas também porque o ar é mais puro e há menos ferimentos e acidentes. Há também uma igualdade muito apreciada e acarinhada: todos se movem da mesma forma não havendo lugar para comparações tipo “o meu carro é mais caro do que o teu”. E há ainda uma enorme poupança no dinheiro que não tem de ser investido devido ao trânsito: semáforos, postos de abastecimentos de combustível, policiamento, manutenção de estradas, etc.



Holmes Place

Publicado em Bem-Estar