Como aguentar longos períodos de pé?

Publicado em Bem-Estar

Estar de pé ou sentado desconfortavelmente, durante um longo período de tempo, pode originar cansaço muscular, dores nas costas, peso e edema nas pernas, causando grande desconforto no final do dia.

Quando numa posição de pé, o corpo é continuamente puxado pela gravidade para manter a sua postura, neutralizar as forças e garantir um equilíbrio, o sistema músculo-esquelético começa a ceder e a ficar muito tenso, o que contribui para uma situação de stress estático provocando, ao final de algum tempo, fadiga muscular e dor.

A pressão nos vasos acima e abaixo do coração, também é afetada pela gravidade. Na posição ereta a pressão venosa nos pés é muito influenciada pela força da gravidade e em vez do valor normal de 10mm Hg nas vénulas, a pressão pode subir até 90mm Hg. A pressão arterial é igualmente influenciada pela gravidade e a extremidade arterial do capilar pode mesmo sofrer uma pressão de 110mm Hg em vez dos normais 30mm Hg.

A diferença normal de pressão entre as extremidades arterial e venosa dos capilares deve permanecer constante para permitir uma circulação contínua através do capilar. A diminuição da ação dos músculos das pernas sobre as veias reduz o bombeamento do sangue no sentido ascendente, levando a que a pressão na extremidade venosa dos capilares aumente. O principal efeito da elevação de pressão nos pés e pernas, quando uma pessoa está de pé por um prolongado período de tempo sem se movimentar, é o edema.

Até cerca de 15% a 20% do volume total de sangue pode passar através das paredes dos capilares para os espaços intersticiais dos membros inferiores durante 15 minutos de imobilidade, em pé. Esta estagnação sanguínea promove um aumento da pressão venosa nas pernas, ocasionando edema, dores e desconforto.


Conselhos Úteis:

  • O exercício físico regular reduz a pressão arterial em geral, logo fortalece o sistema circulatório e aumenta a tolerância do músculo à fadiga.
  • Calçado apropriado, arejado e confortável.
  • Não ficar muito tempo na mesma posição.
  • Transferir o peso de um pé para o outro.
  • Alongamentos dos membros inferiores e zona lombar.
  • Andar vigorosamente após estar numa posição estática em pé.
  • Boa hidratação antes e durante o período em que se encontra de pé (água).
Paula Santos
Master Trainer Holmes Place Amoreiras

Gostou deste artigo? Deixe-nos o seu comentário.

Partilhe com os seus amigos!

Publicado em Bem-Estar