Nutrição: os benefícios das algas marinhas

Publicado em Nutrição

Apesar de serem um superalimento, as algas são muitas vezes esquecidas.

As algas marinhas são plantas com um valor nutricional incrível, ajudando a purificar o sangue e contendo dez vezes mais cálcio do que o leite.

Graças ao seu grande teor de clorofila e polissacarídeos, as algas têm um poderoso efeito de desintoxicação. Estes ajudam a promover a perda de peso, a prevenir e a reduzir a celulite visto que são ricos em antioxidantes têm propriedades que previnem o aparecimento de cancro.

Existem vários tipos e variedades desta planta incrível que pode escolher para adicionar à sua dieta. As algas marinhas absorvem as propriedades da água em que são cultivadas, por isso sugerimos que compre as de marcas orgânicas certificados que garantem que não contêm poluentes e produtos químicos.

De seguida apresentamos algumas das algas mais comuns que podemos adicionar às refeições:

Nori: são algas comuns que pode encontrar nos rolos de sushi e são simples de preparar em casa. Escolha nori natural, em vez de torrado para um maior valor nutricional.

Wakame: é um vegetal do mar com sabor doce subtil; pode ser picado (pois irá expandir-se durante a cozedura) e adicionado a sopas ou saladas. É muito comum nas sopas japoneses.

Dulse: são algas vermelhas que podem ser usadas inteiras (demolhadas e escorridas) ou em flocos, podendo ser adicionadas diretamente na sua sopa ou salada.

Arame: Preta e fibrosa, este tipo de alga precisa de ser demolhada e vai duplicar de tamanho quando cozida. É mais adequado para o caril, sopas e pratos de grãos.

Para tirar mais partido dos benefícios e sabores das algas, experimente esta receita de sopa preparada pela Stacey da Goodnessis.com.


Sopa Miso de Cevada e Cogumelos

Ingredientes (para 4 a 6 pessoas):

1/3 de uma chávena de cevada, lavada e demolhada por pelo menos 4 horas
8 copos de água ou caldo de legumes
Algas (arame ou wakame)
10 cogumelos laminados
1 couve em fatias finas
1 aipo cortado em pedaços pequenos e com algumas folhas
1 cenoura grande (cortada em pedaços pequenos)
2 batatas doces pequenas (cortadas em pedaços pequenos)
1/2 colher de chá de sal marinho
1 couve galega pequena (sem caules e em pedaços pequenos)
2 porções de arroz integral miso


Preparação:

  1. Demolhe a cevada durante a noite, ou por pelo menos 4 horas. Escorra e lave.
  1. Numa panela de sopa, adicione a cevada e 8 copos de água ou caldo. Deixe ferver e, em seguida, diminua o lume e deixe por 20 minutos.
  1. Adicione os cogumelos laminados, couve, aipo, cenoura e batata-doce e deixe ferver por 15 minutos ou até que os legumes estejam amolecidos.
  1. Adicione o algas, o sal e a couve galega. Retire meio copo do líquido da sopa e misture o miso até dissolver.
  1. Volte à sopa, prove e ajuste o tempero. Evite ferver a sopa após o miso ter sido adicionado, pois isso irá destruir as deliciosas enzimas.

Bom Apetite!


Gostou deste artigo? Partilhe com os seus amigos!

Publicado em Nutrição