Dicas essenciais para ténis de corrida - 1ª parte

Publicado em Fitness

Sabe a diferença entre o pé "normal" e o pé "natural"? Boas corridas!

PÉ “NORMAL” VS PÉ “NATURAL”

Durante a última década estudou-se mais intensivamente os padrões de corrida, as lesões dos corredores e o calçado utilizado. As conclusões foram avassaladoras mas, acima de tudo, naturalmente lógicas.

Todo o calçado e, especialmente o de corrida, não deve apertar o pé, deve ser confortável e respeitar o seu formato natural, proporcionando uma marcha e corrida naturais.

Contudo, o pé dito ‘natural’ é diferente do pé dito ‘normal’. O formato natural do pé, que deveria ser largo, forte e flexível, com arco plantar e tendão de Aquiles também flexíveis e o hallux (dedo grande do pé), tanto flexível quanto forte. No entanto, foi substituído por um pé afunilado, com rigidez quer do arco e fascia plantares quer do tendão de Aquiles, com tendência ao aumento da deformação do hallux (comumente conhecido como joanete).

Tal facto deve-se em grande parte, à utilização diária e continuada de calçado que o deforma (veja por exemplo os sapatos que utiliza quando veste roupa mais formal, são normalmente afunilados à frente, apertam o pé e têm um material pouco adaptável) o que conduz a uma consequência óbvia, o tempo que despende descalço é muito pouco ou nenhum. Relativamente aos ténis de corrida são normalmente muito “especializados”: pronadores ou supinadores com várias camadas que protegem do impacto. Mas será que essa proteção é benéfica? À primeira vista parece benéfica contudo, estamos a potenciar o enfraquecimento e imobilidade dos pés e a reduzir os estímulos sensoriais, o que afeta o nosso equilíbrio postural.

correr descalço

A investigação tem provado que o calçado que respeita a nossa fisiologia é o recomendado, o que promoveu a introdução do calçado minimalista no mercado e nas nossas vidas. O calçado que promova ou, pelo menos, que não retire muito da informação sensorial fornecida pelo exterior, assim como respeite a anatomia do pé, é o mais indicado.

Deve optar por calçado (quer de corrida quer qualquer calçado do quotidiano) que permita qualidade do movimento o que, consequentemente, lhe trará equilíbrio postural e qualidade de vida. Mas atenção, como em qualquer mudança, não deve ser radical, pois terá o efeito contrário. Aconselhe-se com um especialista e OUÇA O SEU CORPO.

Sofia Silva
Academy Master Trainer Holmes Place

Gostou deste artigo? Deixe-nos o seu comentário.

Partilhe com os seus amigos!



Publicado em Fitness