Nutrição: os benefícios dos espargos

Publicado em Nutrição

Os espargos são ricos em vitaminas e minerais e têm propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, ajudando na prevenção de várias doenças.

Os espargos são originalmente nativos da Europa, Índia e África do Norte.

Atualmente, este vegetal é cultivado e está disponível em todo o mundo em diversas variedades. O uso deste saboroso alimento tanto na culinária como na medicina teve origem nos egípcios, gregos e romanos que defendiam fortemente as propriedades diuréticas dos legumes. O seu sabor delicado faz com que seja ótimo consumi-lo fresco na sua época. Contudo, pode ser armazenado, seco e conservado durante um ano. Os espargos só devem ser consumidos quando estão verdes, começando a tornar-se lenhosos quando os seus botões começam a abrir. Com a água a compor 93% deste vegetal, é muito hidratante e oferece uma fonte incrível de vitamina B6, cálcio, zinco e magnésio.

Os espargos são ainda ricos em vitaminas K, A, C, B1, B2 e E, ácido fólico e sais minerais, como o cobre, crómio, selénio e glutationa, que promovem a desintoxicação.
Ele propicia a circulação nos rins e devido à elevada percentagem de vitamina K permite que o sangue coagule normalmente, protegendo os ossos de fraturas e perda óssea pós-menopausa.
Incluído nos superalimentos com poderosos benefícios para a saúde, tem também propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes que ajudam a reduzir o risco de certos tipos de cancro e problemas crónicos de saúde, como doenças cardíacas ou diabetes tipo 2.

A variedade de espargos brancos é conseguida por uma técnica de branqueamento, cobrindo a planta com o solo à medida que ela cresce, de modo a impedir a fotossíntese. Estes são consumidos como prato principal ou acompanhamento e há muitas maneiras diferentes de prepará-los.

Um dos nossos favoritos é preparado numa receita especial da Stacey de Goodnessis.com

Para preparar espargos mais espessos e maiores, retire casca do caule, removendo a pele exterior e inferior e de seguida lave-os em água fria.

Nesta deliciosa receita de sopa da Stacey do goodnessis.com vai poder incluir os espargos na sua dieta e tirar partido de todos os seus benefícios.


Receita: Sopa de Espargos

Os espargos fazem uma sopa bastante fresca, leve e desintoxicante e com sabor a primavera. Eles têm uma curta temporada, e vale mais a pena comprar os mais finos. Ao comprar espargos, tome atenção às terminações para se certificar de que elas não estão secas. Evite cozinhar em panelas de alumínio pois estas podem adulterar o sabor. Depois de colhidos, estes vegetais perdem a doçura rapidamente, por isso compre no mercado local.

O limão promove uma desintoxicação suave, o endro estimula os sucos digestivos, ajudando no movimento intestinais, enquanto os espargos levam a circulação para os rins, proporcionando uma boa dose de vitaminas, especialmente a vitamina K.

A adição de abacate dá esta sopa uma textura cremosa, rica, e saudável com gorduras boas, auxiliando na absorção de nutrientes
Uma vez que o tempo está mais quente, esta sopa pode ser servida gelada. Tempere a gosto após estar totalmente fria.

Ingredientes (para 3/4 pessoas):

500 gramas de espargos (2 molhos)
1 erva-doce média
2 colheres de sopa de azeite
1 abacate
1/2 chávena de endro fresco picado
1 colher de sopa de sumo de limão
Raspas de meio limão
2 chávenas de água quente
1 colher de chá de sal grosso
1/4 colher de chá de pimenta fresca


  1. Retire a camada exterior da erva-doce e pique em pedaços pequenos.
  2. Lave os espargos, corte as suas terminações e pique em pedaços.
  3. Numa panela média, aqueça o azeite. Adicione a erva-doce picada e refogue por cinco minutos. Coloque os pedações de espargos e refogue até estarem macios. Desligue o fogo, deixe-a assentar por cinco minutos. Transfira para um liquidificador, acrescentando o abacate, o endro, o sumo de limão, as raspas, o sal, a pimenta e a água quente e retire quando completamente cremosa e aveludada.

Bom apetite!


Gostou deste artigo? Partilhe com os seus amigos!

Publicado em Nutrição