OS MOLHOS E AS calorias ESCONDIDAS

Publicado em Nutrição

Quando compra molhos ditos "Light" pode estar a poupar nas calorias mas a prejudicar a sua saúde. Saiba porque!

Quem nunca colocou ketchup nas batatas fritas, ou fez algum molho com o mesmo? E o bechamel? E a maionese? São tantos os argumentos que podem fazer com que não seja uma opção assim tão má, desde as ditas “light” ou as que são feitas com base de iogurte. O problema de todos estes molhos, de fabrico mais industrial é que na sua composição podem estar escondidos ingredientes nutricionalmente desadequados, assim como corantes, conservantes, quantidades elevadas de sódio e ingredientes especificos de forma a dar consistência e sabor, mas com um nível menor de calorias. Mas até que ponto devemos sabotar a nossa saúde, poupando nas calorias?

O que é certo é que alguns destes molhos "light" conseguem ter baixos níveis calóricos, no entanto, este valor dispara rapidamente, pois muitas das vezes os valores por dose que estão presentes nas embalagens são facilmente ultrapassados. A composição realmente define o quão calórico um alimento é, mas quando olhamos para a composição temos que também olhar para a mesma do ponto de vista da qualidade. Isto é, por exemplo, o abacate é caloricamente elevado, no entanto em termos nutricionais pelo seu conteúdo em gorduras monoinsaturadas, fibra e algumas vitaminas torna-se nutricionalmente mais apetecível e se compararmos com três colheres de sopa cheias de maionese, temos sensivelmente o mesmo valor calórico mas não obtemos de longe os mesmos beneficios, sem falar em todos os aditivos que lá estão presentes, assim como as quantidades elevadas de gordura saturada (a que se deve comer em menor quantidade) que estão presentes sobretudo no molho bechamel.

Falamos do abacate como poderíamos ter falado de outros ingredientes, que podem ser utilizados como excelentes alternativas aos molhos industrialmente produzidos de forma a obtermos opções mais saudáveis, variadas, práticas e até mais saborosas. Dê-lhes uma oportunidade.

Seguem alguns exemplos:

Molho de Iogurte Magro

iogurte molho

Ingredientes:
• 1 iogurte magro ou queijo quark 0%;
• 1 colher (chá) de cebola picada;
• Salsa a gosto;
• 1 colher (sopa) de azeite;
• 1 colher (sopa) de vinagre de cidra;
• 40 ml de água;
• 1 chávena almoçadeira de cebolinho;
• Pimenta moída na hora a gosto;
• Sal q.b.

Modo de Preparação:
Coloque todos os ingredientes na liquidificadora e bata bem até obter uma textura cremosa.

Molho de tomate caseiro

molho de tomate

Ingredientes
• 200g de tomate bem maduro;
• Meia cebola média cortadas em pedaços grandes;
• 1 dente de alho pequeno;
• Salsa a gosto;
• Manjericão a gosto;
• Sal q.b;
• Pimenta moída na hora a gosto;
• Meia chávena almoçadeira de água.
• Se preferir versão mais picante, juntar malagueta.

Modo de preparação:
1 - Cortar os tomates ao meio e retirar a semente e a parte branca. Corte cada metade do tomate ao meio novamente.
2 - No liquidificador, colocar a água e bater os tomates, colocando os pedaços aos poucos.
3 - Juntar todos os demais ingredientes e bater.
4 - Leve o molho a uma panela e deixe em lume médio por cerca de 20 minutos.
5 - Após esse tempo, o molho está pronto para ser utilizado em diversos preparos ou congelado em porções.

Molho de Mostarda

mostarda

Ingredientes
• 3 colheres (sobremesa) de mostarda;
• 2 colheres (sopa) de iogurte magro;
• 1 colher (sopa) de cebolinho cortado bem fininho;
• 2 colheres (sopa) de leite magro ou de coco para dara uma caracteristica mais aiática ao molho e de preferência frio;
• 1 colher de sopa de azeite;
• Sal a gosto;
• Pimenta moída na hora a gosto.

Modo de preparação:
1 - Primeiro, coloque o iogurte, a mostarda e o leite em um recipiente de vidro ou de plástico e bata bem com um garfo ou, de preferência, um fouet de arame. Insira lentamente o azeite, sem parar de mexer.
2 - Assim que o molho estiver bem lisinho, tempere com o sal, a pimenta e o cebolinho. Se preferir, ponha um pouco de alho cortado em rodelinhas bem fininhas para aguçar ainda mais o sabor.

Nota para as receitas:
Pode acrescentar outros temperos ou ingredientes da sua preferência como azeitonas, ervas frescas ou secas e muito mais, criando desta forma variantes dos molhos acima referidos.

Vasco Archer de Carvalho
Nutricionista Holmes Place 5 de Outubro

Gostou deste comentário? Deixe-nos o seu comentário.

Partilhe com os seus amigos!






Publicado em Nutrição